Os processos e as consequências da Reforma Protestante | Franklin Ferreira

Franklin Ferreira é Bacharel em Teologia pela Escola Superior de Teologia da Universidade Presbiteriana Mackenzie e Mestre em Teologia pelo Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil. É diretor e professor de teologia sistemática e história da igreja no Seminário Martin Bucer, em São José dos Campos, São Paulo, e consultor acadêmico de Edições Vida Nova. Autor de, entre outros, dos livros Teologia Cristã, Teologia Sistemática (este em coautoria com Alan Myatt) e Contra a Idolatria do Estado, publicados por Edições Vida Nova.
Esta obra apresenta os temas mais importantes que foram redescobertos pela Reforma protestante do século 16: Sola Scriptura, Solus Christus, Sola gratia, Sola fide e Soli Deo gloria.

Deus se revela de forma salvífica somente na Escritura Sagrada, pecadores são redimidos somente pela morte de Jesus Cristo na cruz, somente por meio da graça, uma dádiva recebida somente pela fé e tudo para a glória de Deus somente.

Em Pilares da fé, cada uma das cinco declarações acima é desenvolvida com base no ensino das Escrituras Sagradas, dialogando com os principais reformadores da época — Martinho Lutero e João Calvino — e com as principais confissões de fé e catecismos das tradições luterana e reformada surgidas no mesmo período, as quais resumem o ensino dos reformadores. Essas afirmações também são relacionadas com as situações e desafios que a igreja cristã enfrenta na atualidade.

Publicado por Vida Nova.
Leia também  A Reforma Protestante foi uma tragédia? | Gerald Bray